Curso Vou Ser Pai.

Por Rosana

Fique calmo! É verdade, o homem nem sempre está preparado para a paternidade.

Isso não quer dizer que você será um péssimo pai, são nove meses que você tem para planejar a chegada do seu primeiro filho. E ele, certamente, será motivo de muitas alegrias!

Mesmo quem já é pai sofre um baque quando sabe da existência de outro bebê a caminho.

Sempre há um jeito, a vida se encarrega disso. Após a descoberta da gravidez, inicia-se a fase em que você precisa ter paciência e aprender a lidar com todas as novidades.

Sua esposa terá os desejos, chorará e brigará sem motivo – acostume-se – ela viverá altos e baixos. Seu papel é ter paciência do tamanho do mundo com os rompantes dela.

Você passará por fases de medo, dúvida e ansiedade, afinal, ser pai é ter responsabilidade pela sobrevivência de um ser humano para sempre.

Olhe para os pais maravilhosos que conheceu, se conseguiram, você também conseguirá. Alguns homens pensam que não é possível contribuir com o bem-estar da mulher durante a gestação, e imaginam que o papel de cuidar do bebê é só dela. Nesta ideia, o papel do homem é fornecer o dinheiro necessário para prover os filhos e a casa, e a mulher se encarrega da educação e dos cuidados. Esqueça isso! Esta é a melhor fase! Aproveite-a e crie uma conexão emocional com a criança!

Cuide da mulher durante a gravidez, fale com o bebê dentro da barriga e cante para ele, esta conexão faz com que você deixe de pensar nele como obrigação financeira e o veja como uma benção que veio para completar sua família.

Ir às consultas médicas, estar presente no pré-natal, ajudar a esposa a ter uma alimentação adequada, acalmá-la no pré-parto e, principalmente, envolver-se no processo de adaptação da casa para receber o bebê. Estes são conselhos do Curso Vou Ser Pai.

curso vou ser pai

O seu entusiasmo e a sua alegria.

Depois da notícia, ao perceber que um filho abre oportunidades para vivenciar intensos momentos de alegria, uma onda de felicidade começa. Assim surge uma ansiedade grande, escolher nome, montar quarto, ensiná-lo a jogar futebol ou assistir à apresentação do balé….

São estes os períodos que fazem parte da alegria de ser pai mas, mantenha o controle, tudo isto pode facilmente se transformar em um problema. O bebê vai demorar muitos meses para nascer e até conseguir dizer “papai” demorará muito.

É muito bom sentir-se animado com a chegada de um filho, mas, esta ansiedade, não deve tirar o foco da sua atual rotina. Jogar bola, conviver com amigos, etc… O bom pai está presente diariamente — nos bons e nos maus dias —, nas fases mágicas de aprendizado e na rotina de troca de fralda e banho. Você sentirá saudades do choro no meio da madrugada quando o bebê crescer.

A Conversa com outros pais para administrar esses sentimentos é positiva para se preparar para ser um bom pai.

Nós, homens, somos muito fechados e temos imensa dificuldade em encontrar informações sobre o assunto. Mas, é importante buscar amigos e familiares para trocar ideias. Aconselhe-se sobre os assuntos dos primeiros momentos da gravidez e do crescimento da criança.

Sem dúvida temos um amigo que é um bom pai e ele pode dar dicas preciosas. Não é tão fácil quanto conversar sobre seu time, mas, certamente, um bom papo vai te ajudar muito a entender o que a sua família está passando.

E conte com o Curso Vou ser Pai Agora.

http://www.vouserpai.net/